Plano de retomada gradual dos atendimentos médicos eletivos começa a valer em Indaiatuba

Objetivo é garantir acesso à rede municipal de saúde de forma segura

O plano elaborado pela Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, para a retomada gradual dos atendimentos médicos eletivos, anunciado no dia 21 de julho, conforme noticiado pelo Blog da Pimenta, começa a valer neste mês.

Os atendimentos médicos eletivos são aqueles que podem ser agendados e estavam suspensos desde março, para priorizar os atendimentos emergenciais em virtude da pandemia de covid-19.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o plano de retomada dos atendimentos foi elaborado para garantir acesso da população à rede municipal de saúde de forma segura e rápida, com classificação de riscos.

A partir desta segunda-feira (3/8), é retomado o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, sem a necessidade de agendamento.

“O atendimento agendado será apenas para puericultura gestantes; crônicos; diabéticos e hipertensos. Para demais pacientes será classificada a gravidade para o atendimento imediato ou para consulta agendada brevemente”, informa a Secretaria de Saúde.

Para o Atendimento das Especialidades está em planejamento a ampliação dos horários e locais de atendimento para evitar aglomeração e dar maior acesso para os pacientes que precisam do médico especialista.

ATENÇÃO BÁSICA

Na verdade, as unidades básicas de saúde sempre estiveram abertas, mas o foco era dar atendimento para os casos suspeitos de covid. Agora, a Secretaria de Saúde está iniciando o acesso avançado nas unidades básicas.

"O acesso avançado é uma modalidade de atendimento onde o paciente que necessitar atendimento na UBS será atendido no dia. O paciente irá passar em acolhimento/escuta qualificada pela equipe do Acolhimento na Unidade e dependendo do seu quadro, o seu problema de saúde será resolvido pelo médico ou pelo enfermeiro. Ambos os profissionais com capacidade técnica para resolver as queixas trazidas pelos pacientes. Com o acesso avançado, não teremos filas de espera e demora no agendamentos", explica a Secretaria de Saúde, por meio da assessoria de imprensa.

EXAMES E CIRURGIAS

Além da ampliação das consultas, a previsão é aumentar a quantidade de exames gradualmente, em até 60% da demanda, neste mês, até atingir 100% em outubro.

Para setembro está previsto o aumento do número de atendimentos das pequenas cirurgias, que não precisam de anestesia geral, no Hospital Dia. Os agendamentos serão feitos por classificação de risco.

DEREFIM E 100% SAÚDE

O Derefim (Departamento de Reabilitação Física e Mental) já voltou a entregar aparelhos auditivos para os pacientes que estavam na lista de espera. No entanto, são feitas seis entregas por semana, para um paciente de cada vez, com o objetivo de manter o distanciamento social.

O projeto 100% Saúde terá o retorno das atividades também neste mês, mas por meio digital, com novas inscrições; palestras por vídeos e acompanhamento da equipe multidisciplinar.

TRATAMENTO DENTÁRIO

O atendimento odontológico eletivo volta na segunda quinzena deste mês, dando prioridade para pacientes que não são grupo de risco e pacientes com dor. Será agendado apenas um paciente por hora, visando o processo de desinfecção entre os atendimentos. Aos sábados, volta a entrega de próteses.

TELEMEDICINA

A Secretaria de Saúde mantém os atendimentos digitais com o Minha Saúde Teleatendimento Covid-19 e Minha Saúde Telemedicina Especialistas. Há também o atendimento via WhatsApp pelo número (19) 9 9779-3856. É importante ressaltar que os serviços podem ser alterados de acordo com a situação epidemiológica do município.