Apenas dois vereadores de Indaiatuba afirmam que estão dispostos a concorrer às eleições deste ano

Hélio Ribeiro e Pepo, ambos da bancada aliada ao governo municipal, colocaram seus nomes para escolha do grupo político

Por Patrícia Lisboa

Este ano, tem eleições para presidente da República, governador, senador e deputados federal e estadual. O primeiro turno da votação será realizado no dia 7 de outubro e, o segundo turno, no dia 28 do mesmo mês. Entre os 12 vereadores de Indaiatuba, apenas dois – o presidente da Câmara, Hélio Alves Ribeiro (PSB), e Jorge Luis Lepinsk, o Pepo (PMDB) – afirmam que estão dispostos a concorrer às eleições deste ano, conforme a série de entrevistas publicada pelo Blog da Pimenta, neste mês. No Legislativo, os dois integram a base aliada ao governo do prefeito Nilson Gaspar (PMDB) e colocaram seus nomes para escolha do grupo político.

Hélio não mencionou o cargo que pretende disputar, mas o Blog da Pimenta apurou que é para deputado federal, já que, para deputado estadual, o pré-candidato natural do grupo político é Rogério Nogueira (DEM), que está no quarto mandato consecutivo no cargo e é o líder da bancada do Democratas, na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Contudo, o presidente da Câmara pondera que a decisão de disputar a eleição é coletiva. “Meu nome está à disposição, mas essa é uma decisão de todo um grupo e não algo isolado ou decisão unilateral”, disse, na entrevista ao Blog.

O vereador Pepo, por sua vez, admite a possibilidade de apoiar outro nome, mas disse que “está na briga” por uma vaga entre os pré-candidatos a deputado federal. “Não descarto a possibilidade de disputar uma vaga para deputado federal, pois nossa base apoiará o Rogério Nogueira para estadual. Se eu não for o candidato, darei apoio a um candidato da minha base que tenha uma chance real de se eleger para termos um representante em Brasília. Com certeza, teremos um candidato forte e estou na briga”, afirmou.

Já os vereadores Adeilson Pereira da Silva, o Figura (PP), Alexandre Carlos Peres (SD), Arthur Spíndola (PV), Massao Kanesaki (DEM), Edvaldo Bertipaglia (PSB), João de Souza Neto, o Januba (DEM), Luiz Alberto Pereira, o Cebolinha (PMDB), Luiz Carlos Chiaparine (PMDB), Ricardo Longatti França (PRP) e Silene Silvana Carvalini (PP) responderam que não pretendem disputar o pleito deste ano.

Prazos

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos políticos deverão realizar as convenções para a escolha dos candidatos às eleições deste ano entre os dias 20 de julho e 5 de agosto. O registro das candidaturas terá de ser feito até o dia 15 de agosto. A Justiça Eleitoral terá até o dia 17 de setembro para julgar todos os pedidos de registro de candidatos que vão concorrer ao pleito de 2018. 

Recesso

A Câmara de Vereadores de Indaiatuba está em recesso desde o dia 15 de dezembro. A primeira sessão ordinária deste ano será realizada no dia 19 de fevereiro, após o Carnaval, a partir das 18h.