Com mais uma morte confirmada hoje, Indaiatuba perde 190 vidas para a covid

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de de 54% no Haoc e de 71% no Hospital Santa Ignês

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba confirma, nesta quarta-feira (16/9), mais uma morte decorrente da covid-19 e a cidade perde 190 vidas para a doença, até agora.

A morte ocorreu no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc). A vítima é uma mulher, de 90 anos, que estava internada desde o dia 12 deste mês. Ela tinha hipertensão e depressão e faleceu hoje (16/9).

O Departamento de Vigilância Epidemiológica também confirma mais 40 novos casos positivos e total chega a 6.520 pessoas infectadas.

Do total de contaminados, 6.295 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar e 35 continuam internados, além dos 190 que morreram.

HOSPITAIS

Há 52 pessoas com sintomas de síndrome respiratória internadas nas alas para a covid-19, no sistema de saúde de Indaiatuba, sendo que 32 estão em leitos clínicos (enfermarias) e 20 estão em leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Destas, 35 têm exame positivo para a covid-19.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 54% no Haoc e de 71% no Hospital Santa Ignês, nesta terça-feira. Nas enfermarias, o índice de ocupação é de 46% no Haoc e de 58% no Hospital Santa Ignês, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

ATENDIMENTO

Quem estiver com sintomas pode iniciar seu atendimento pelo Minha Saúde Teleatendimento Covid-19. A pessoa é submetida a um questionário e depois, se houver realmente a suspeita da doença, o atendimento é direcionado a um médico de plantão, que fará a consulta por meio de vídeo e encaminhará a pessoa para a realização de exame nas Unidades de Saúde. Para dúvidas também há o atendimento pelo WhatsApp (19) 9 9779-3856.

(Fonte: Secretaria de Saúde de Indaiatuba)