Covid-19: Leitos de enfermaria do Hospital Santa Ignês atingem 100% de ocupação

Na UTI, o percentual é de 58%; no Haoc, a taxa é de 67% na enfermaria e de 75% na UTI, segundo a Secretaria Municipal de Saúde

Por Patrícia Lisboa

Hoje, pela primeira vez, a ocupação dos leitos de enfermaria do Hospital Santa Ignês, da rede particular de Indaiatuba, atingiu 100% e, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a taxa é de 58%, para pacientes com sintomas de síndrome respiratória, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. A Pasta também confirma, hoje, mais dois óbitos decorrentes da infecção pelo novo coronavírus e sobe para 48 o total, no município.

No Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), que atende o Sistema Único de Saúde (SUS), a taxa de ocupação é de 67% na enfermaria e de 75% na UTI.

Os dados são do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, nesta sexta-feira.

Atualmente, há 40 internados em leitos de enfermaria e 25 em leitos de UTI, totalizando 65 internações no sistema de saúde de Indaiatuba.

ÓBITOS

Uma das mortes por covid-19 confirmadas hoje é de um homem, de 75 anos, que estava internado desde o dia 11 de junho, no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc). Ele tinha hipertensão, obesidade e foi a óbito hoje.

A outra morte é de uma mulher, de 62 anos, que deu entrada no Haoc, no dia 13 de junho. Ela tinha diabetes, hipertensão e também faleceu hoje.

Nesta sexta-feira, foram confirmados mais 80 casos positivos de covid-19 e descartados 336 casos suspeitos. Ainda há outros 240 casos suspeitos aguardando resultado para confirmação ou não da doença.

Indaiatuba soma 5.566 notificações da doença, sendo que 840 foram confirmadas. Do total de infectados, 48 morreram, 758 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar e 34 estão internados.

(Fonte: Secretaria de Saúde de Indaiatuba)