Entrelinhas: Qual o problema dos projetos de leis que dão nomes para ruas?

Com tanta coisa para ser adequada ao "novo normal", é exigível que...

OPINIÃO - Por Patrícia Lisboa

Não há problema algum que um vereador apresente projeto de lei para dar nome à uma rua. Pelo contrário, isso precisa ser feito e é uma das prerrogativas do vereador. 

Um detalhe interessante é que só podem ser usados nomes de pessoas falecidas para denominar logradouros públicos. Então, isso também é uma forma de homenagear as pessoas que partiram, mas que deixaram um legado importante para a cidade.

O problema ocorre quando os projetos de leis que dão nomes para ruas predominam na Ordem do Dia das sessões da Câmara, especialmente neste momento de pandemia do novo coronavírus.

Com tanta coisa para ser adequada ao “novo normal”, é exigível que os parlamentares de modo geral se esforcem mais, para apresentar boas propostas de leis que possam ajudar no regramento das condutas, para a defesa do bem comum e para a garantia da saúde pública.

Importante deixar claro que o assunto, aqui, é sobre legislação e não sobre sugestões de ações dos parlamentares ao Executivo, tema que fica para uma outra edição do Entrelinhas.

Se faltam ideias, que busquem conhecimento e diálogo e elas virão.

É lei e é preciso, mais do que nunca, legislar para o coletivo.