Estação Musical pode ser usada como teatro de arena, segundo maestro

Espaço é destinado para os ensaios da Orquestra Sinfônica e da Corporação Villa Lobos

Por Patrícia Lisboa

Com diversas atrações culturais, foi inaugurada a Estação Musical de Indaiatuba, na última sexta-feira (29/11). O espaço, que fica ao lado do Museu Ferroviário, é destinado para os ensaios da Orquestra Sinfônica e da Corporação Musical Villa Lobos. Segundo o maestro Paulo de Paula, a Estação Musical era esperada há 16 anos, desde que foi fundada a Associação Mantenedora da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba.

“A instituição já tem 16 anos e ainda não tinha uma sede. A Orquestra sempre ensaiava em lugares emprestados (como no Buffet da Colônia de Helvetia). Mas, a secretária municipal de Cultura (e primeira-dama, Tânia Castanho) foi sensível e atendeu a reivindicação antiga”, afirmou o maestro, em entrevista ao Blog da Pimenta.

“Vamos dividir o espaço com a Corporação Villa Lobos, mas não há problema porque existe parceria de longa data e harmonia, além de musical, entre os grupos”, brincou Paulo.

Na Estação Musical, há sala de ensaio, sala administrativa e, como também há arquibancada para o público, o espaço pode ser usado como um pequeno teatro de arena.

Depois de esperar 16 anos, o maestro está animado com as possibilidades de utilização da Estação Musical. “A estrutura é muito versátil. Vira um teatro de arena. Assim, poderemos fazer diversas apresentações musicais para a população”, adiantou. A programação para 2020 está sendo definida.

INAUGURAÇÃO

A inauguração da Estação Musical, na sexta-feira, contou com apresentações do grupo de chorinho Manteiga de Garrafa, da Orquestra Jovem de Indaiatuba e de grupos de Flautas e Clarinetes da Corporação Villa Lobos. Também foram realizadas uma feirinha de troca de livros literários e ainda exposição de telas e artesanatos confeccionados por alunos das oficinas da Fiec (Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura), que administra o Museu Ferroviário.

 

REFORMA

Para abrigar a Estação Musical, o prédio – que integra o Museu Ferroviário – foi reformado pela Secretaria Municipal de Obras e Vias Públicas. Foi feita a adequação acústica do imóvel para montar a sala de ensaio. O prédio ganhou um banheiro e foi construída a arquibancada com três lances de assentos para o público. Também foi feita a pintura geral do prédio, incluindo a área do Museu, onde fica exposta, na linha de trem, uma antiga locomotiva. O endereço é Praça Newton Prado, s/nº, no Centro. A entrada é gratuita.