Indaiatuba acumula 197 mortes e 6.690 casos de covid-19

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 71% no Hospital Augusto de Oliveira Camargo e de 58% no Hospital Santa Ignês

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba informa que não ocorreu óbito por covid-19, nas últimas 24 horas. Entretanto, o Departamento de Vigilância Epidemiológico, recebeu pelo SIM (Sistema de Mortalidade), mais três óbitos de moradores de Indaiatuba que morreram em outros municípios.

Uma das mortes foi de um homem, de 87 anos, que estava internado desde o dia 17 de agosto, no Hospital Santa Catarina, em São Paulo. Ele faleceu no dia 21 de agosto e também tinha aterosclerótica do coração.

O segundo óbito foi de um homem, de 50 anos, que estava internado no Hospital Madre Theodora, em Campinas. Ele foi internado no dia 30 de julho, recebeu alta no dia 8 de agosto, foi internado novamente no dia 21 de agosto e faleceu no dia 14 deste mês. O paciente também tinha neoplasia de cólon.

A terceira morte foi de uma mulher, de 74 anos, que estava na Casa de Saúde, em Campinas, e faleceu no dia 15 deste mês. Ela possuía hipertensão e aterosclerótica do coração.

O Departamento de Vigilância Epidemiológica também confirma, nesta segunda-feira (21/9), mais 22 novos casos positivos e total chega a 6.690 pessoas infectadas.

Do total de infectados, além das 197 que morreram, 6.455 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar e 38 estão internados, dois a mais que no dia anterior.

Ainda há outros 350 casos suspeitos aguardando resultado de exame para a confirmação ou não da covid-19.

HOSPITAIS

Atualmente, há 54 pessoas com sintomas de síndrome respiratória internadas nas alas para a covid-19, no sistema de saúde de Indaiatuba, sendo que 34 estão em leitos clínicos das enfermarias e 20 estão em leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Destes, 38 têm exame positivo para a covid-19.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 71% no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc) e de 58% no Hospital Santa Ignês, nesta segunda-feira. Nas enfermarias, a ocupação é de 56% no Haoc e de 64% no Hospital Santa Ignês, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

ATENDIMENTO

Quem estiver com sintomas pode iniciar seu atendimento pelo Minha Saúde Teleatendimento Covid-19. A pessoa é submetida a um questionário e depois, se houver realmente a suspeita da doença, o atendimento é direcionado a um médico de plantão, que fará a consulta por meio de vídeo e encaminhará a pessoa para a realização de exame nas Unidades de Saúde. Para dúvidas também há o atendimento pelo WhatsApp (19) 9 9779-3856.



(Fonte: Secretaria de Saúde de Indaiatuba)