Indaiatuba avança para a fase verde do Plano São Paulo

A atualização da classificação regional foi feita pelo Governo do Estado

Por Patrícia Lisboa

A região abrangida pelo Departamento Regional de Saúde de Campinas (DRS-7), com 42 cidades, incluindo Indaiatuba – foi reclassificada e avança para a fase verde (fase 4) do Plano São Paulo, para controle da pandemia de covid-19. A atualização foi feita pelo Governo do Estado, nesta sexta-feira (9/10). A nova fase começa neste sábado (10/10) e vigora até o dia 16 de novembro.

A reclassificação foi anunciada pelo governador João Doria, em entrevista coletiva on-line, nesta sexta-feira. Segundo ele, nesta atualização do Plano São Paulo, seis regiões paulistas progridem para a fase verde: Campinas, Piracicaba, Sorocaba, Taubaté, Baixada Santista e Região Metropolitana de São Paulo, onde se concentram 76% da população do Estado.

As cidades da região administrativa de Campinas estão na fase amarela desde o dia 8 de agosto – há dois meses. No momento, todas as regiões paulistas estão na fase amarela e já havia a expectativa para que ocorresse o avanço para a penúltima fase do Plano São Paulo.

Nesta sexta-feira (9/10), o índice de ocupação dos leitos exclusivos para pacientes da covid-19 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) é de 43,3% no Estado e de 38,6% na região de Campinas.

FASE VERDE

Enquanto na fase amarela a ocupação máxima dos estabelecimentos tem de ser limitada a 40% da capacidade, na fase verde, o percentual sobe para 60%, com adoção dos protocolos sanitários geral e setorial. As atividades que geram aglomerações ainda permanecem proibidas na fase verde. Os estabelecimentos podem operar por 12 horas. Mas, ainda não é a fase normal. O uso de máscara é obrigatório.