Indaiatuba registra 98 vítimas fatais e 2.970 infectados por covid-19

Com um óbito registrado, a taxa de ocupação da UTI do Hospital Santa Ignês reduziu de 100% para 83%, mesmo índice da UTI do Haoc, no momento

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba confirma, nesta quinta-feira (16/7), mais três óbitos com resultado de exame positivo para o novo coronavírus. Com isso, são 98 vítimas fatais da doença na cidade.

O Departamento de Vigilância Epidemiológica também confirma mais 170 casos positivos na cidade e total é de 2.970 pessoas infectadas.

Um dos três últimos óbitos confirmados por covid-19 no boletim de hoje ocorreu, ontem (15/7), no Hospital Santa Ignês. A vítima foi uma mulher, de 63 anos, que estava internada desde o dia 10 deste mês. Ela também tinha hipertensão e asma.

A segunda morte confirmada também aconteceu ontem. Foi de um homem, de 67 anos, que estava internado no Haoc, desde o dia 6 deste mês. Ele tinha hipertensão e pneumopata e era tabagista.

O terceiro óbito também ocorreu, ontem, no Haoc. O homem que faleceu tinha 73 anos e estava internado desde o último dia 7. Ele era hipertenso, diabético, cardíaco, oncológico e tinha parkson.

OS NÚMEROS

Indaiatuba soma 2.970 casos confirmados de covid-19. Do total de infectados, 98 morreram, 2.825 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar e 47 estão internados. Ainda há outros 599 casos suspeitos aguardando resultado de exame para confirmação ou não da doença.

HOSPITAIS

Atualmente, há 48 pessoas internadas em leitos de enfermaria e 30 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Com o óbito registrado, ontem (15/7), a taxa de ocupação da UTI para covid-19 do Hospital Santa Ignês, da rede privada, reduziu de 100% para 83%, o mesmo índice de ocupação da UTI do Haoc.

Nas enfermarias, a ocupação é de 83% no Haoc e de 57% no Hospital Santa Ignês, no momento.

Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde.

(Fonte: Secretaria de Saúde de Indaiatuba)