Indaiatuba registra um óbito e mais 105 casos de covid-19 hoje

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 100% no Hospital Santa Ignês e de 79% no Haoc

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba registra mais um óbito com exame positivo para a covid-19. Também foram confirmados mais 105 casos da doença hoje.

O óbito ocorreu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e a vítima foi um homem, de 68 anos. Ele foi internado no dia 4 deste mês e morreu no mesmo dia. O paciente possuía doenças renal crônica e cardíaca.

Desde o início da pandemia, 14.195 pessoas contraíram a covid-19, em Indaiatuba, sendo que 333 morreram e 13.818 são consideradas curadas ou estão em recuperação domiciliar. Há 1.584 casos suspeitos.

INTERNAÇÕES

Hoje, há 64 pessoas com sintomas de síndrome respiratória internadas nas alas para a covid-19, no sistema de saúde de Indaiatuba, sendo que 44 têm exame positivo para a covid-19. Do total, 32 estão em leitos clínicos e 32 estão em leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 100% no Hospital Santa Ignês, de 79% no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc) e de 60% nos leitos alugados para o SUS, no Hospital Samaritano, em Arthur Nogueira.

Nas enfermarias, a taxa de ocupação é de 54% no Haoc e de 40% no Hospital Santa Ignês. Não há leitos alugados para o SUS em enfermarias.

MONITORAMENTO - VOLTA ÀS AULAS

A Prefeitura de Indaiatuba também informou, hoje, que desde a última segunda-feira (8/2), quando iniciou a aula presencial na rede municipal de ensino, os profissionais da Educação foram orientados spbre a obrigatoriedade de procurarem o atendimento do Telemedicina, assim que observarem qualquer sintoma de síndrome gripal e que é feito um monitoramento das notificações.

Até o momento, entre profissionais de saúde, foram notificados um caso positivo de covid-19, cinco casos negativos e nove casos suspeitos ainda aguardam resultado de exames para a confirmação ou não da covid-19.

O caso positivo foi registrado, na terça-feira (9/2), e é de uma professora da escola municipal de educação básica (emeb) “Profª Elizabeth Sigrist”.

“Após a confirmação do caso, a Secretaria Municipal da Saúde em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação e a direção da escola mapearam os contactantes da professora, identificando oito alunos. A servidora permanecerá afastada por dez dias, sendo monitorada e reavaliada pela equipe da Secretaria de Saúde. A escola foi orientada a entrar em contato com os oito alunos, que deverão ficar afastados da sala de aula por quatorze dias. Os alunos também serão monitorados pela equipe da Secretaria de Saúde”, informa a Prefeitura.

“Foram reforçadas as orientações sanitárias que a escola deve seguir, em especial o controle de entrada de profissionais e alunos sintomáticos suspeitos e os cuidados a serem tomados no momento de alimentação dos profissionais. Foi reforçada também a orientação do fluxo de atendimento definido para profissionais da Educação, que não foi seguido pela servidora. Em caso suspeito o servidor deve passar no atendimento Minha Saúde Covid (com avaliação clínica a cada 48 horas) e realiza a coleta de teste; em caso de teste negativo e sem sintoma, retorna ao trabalho; negativo com sintoma é reavaliado e positivo fará monitoramento clínico”, acrescenta a Administração Municipal, em nota.

MINHA SAÚDE

Ao apresentar sintomas de contaminação pelo coronavírus, a pessoa pode realizar o seu atendimento online, pelo MINHA SAÚDE COVID-19. O paciente responde questionário prévio e com a suspeita, encaminhado para médico de plantão, que realiza o atendimento por vídeo, sem sair da plataforma digital e encaminha para exame em uma Unidade de Saúde.

O link do serviço está no site da Prefeitura www.indaiatuba.sp.gov.br. Para outras dúvidas basta chamar no WhatsApp da Saúde (19) 9 9779-3856.

CUIDADOS

A Secretaria Municipal de Saúde reforça a necessidade de se manter os cuidados diariamente. Ao sair de casa use máscara e álcool em gel. Mantenha distanciamento social e evite aglomerações.

(Fonte: Secretaria de Saúde de Indaiatuba)