Mais bairros recebem ecopontos subterrâneos para inibir vandalismo em pontos da coleta seletiva de lixo

Os locais atendidos são Jardim Colibris, Jardim Morada do Sol, Jardim Regente e Vila Brigadeiro Faria Lima

A Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente de Indaiatuba instalou mais quatro novos pontos de coleta seletiva com container subterrâneo, do modelo MecLix.

No Jardim Colibris, o ecoponto está instalado na Avenida Josué Ferreira da Silva e está liberador para uso desde sábado (20/6).

Também também receberão o serviço: Jardim Morada do Sol, ao lado da sede Guarda Civil; Jardim Regente, na praça em urbanização; e Vila Brigadeiro Faria Lima (Cecap), próximo à construção do Centro Esportivo.

O modelo subterrâneo começou a ser utilizado em Indaiatuba em 2018 e desde então 26 pontos do município já foram atendidos com a novidade. O Jardim Colibris é o 27º.

Com os novos ecopontos, Indaiatuba passará a oferecer 36 pontos de coleta seletiva, sendo seis deles do modelo tradicional de alvenaria, que serão substituído gradativamente.

O sistema foi adotado pela Administração Municipal por ser mais eficiente em inibir invasões e vandalismo. Sua implantação veio com a proposta de fazer um melhor aproveitamento dos materiais descartados e tornar mais limpo o entorno do ponto de coleta.

No Jardim dos Colibris, serão seis containers subterrâneos instalados na Avenida Josué Ferreira da Silva, próximo ao condomínio Vitória Régia; três no Jardim Regente, na Rua David Silvério, em frente à praça em urbanização; três pontos na Cecap, na Avenida Soldado João Carlos de Oliveira Júnior; e dois pontos na Avenida Ário Barnabé, ao lado da sede da Guara Civil. Cada container tem capacidade para receber 3 mil litros de materiais.

Nos ecopontos é permitido o descarte de materiais como papel, plástico, vidro, metal e óleo de cozinha usado e devidamente embalado em garrafas plásticas.