Ocupação dos leitos de UTI do Haoc e do Hospital Santa Ignês é de 92%

Nas enfermarias, as taxas são de 83% e 71%, no Haoc e no Santa Ignês, respetivamente; uma morte no Hospital Santa Ignês foi confirmada hoje

Por Patrícia Lisboa

A taxa de ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para pacientes da covid-19, no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), que atende o SUS, e no Hospital Santa Ignês, da rede privada, em Indaiatuba, é de 92%, hoje (9/7), segundo a Secretaria Municipal da Saúde. No momento, há 83 pessoas internadas nas unidades com sintomas de síndrome respiratória, sendo que 46 já têm resultado positivo de exame para a covid-19.

Nesta quinta-feira (9/7), a Secretaria Municipal de Saúde também confirma mais um óbito decorrente da infecção pelo novo coronavírus, que causa a covid-19. O total de mortos é de 84 habitantes.

A morte ocorreu no Hospital Santa Ignês. A vítima foi uma mulher, de 63 anos, que estava internada desde o dia 5 deste mês e morreu dois dias depois. Ela também possuía neoplasia. A confirmação do óbito por covid-19 chegou hoje.

O Departamento de Vigilância Epidemiológica ainda confirma, hoje, 99 novos casos positivos da doença, em Indaiatuba, e o total é de 2.426 pessoas infectadas.

Do total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, em Indaiatuba, 84 morreram, 2.295 são consideradas curadas ou estão em recuperação domiciliar e 46 estão internadas. Ainda há outros 106 casos suspeitos aguardando resultado de exame para confirmação ou não da covid-19.

(Fonte: Secretaria de Saúde de Indaiatuba)