PMN confirma candidaturas sem a presença do vice, que foi para Portugal

O partido não fez coligação com outras legendas

Em convenção realizada no sábado (30/7), na Câmara Municipal, o PMN confirmou a candidatura de Emanoel Messias Santos, para prefeito, e do cirurgião dentista Mauro Micaela, para vice-prefeito, além de nove candidatos a vereador. O partido não fez coligação com outras legendas.

O vice, no entanto, não compareceu à convenção. Segundo Emanoel, ele foi para Portugal, em férias programadas anteriormente, mas deixou procuração para a oficialização da candidatura.

Durante a convenção, Emanoel comentou que acredita que a eleição de outubro deste ano será a “mais acirrada da história de Indaiatuba”. “Vai ser àquela eleição que o candidato pode ganhar ou perder por um voto de diferença”, disse. 

“Nosso grupo é de oposição ao do atual governo, mas não trabalhamos com críticas e sim com alternativa de voto. A administração do prefeito (Reinaldo Nogueira – PMDB) é ótima e outros grupos de oposição querem se aproveitar da situação em que ele se encontra agora. Eu acredito no trabalho e nos projetos. Há quem só quer ganhar o poder, mas precisa detalhar o plano de governo”, alfinetou. 

Segundo Emanoel, o plano de governo do PMN será apresentado junto com o registro das candidaturas na Justiça Eleitoral, o que pode ser feito até o próximo dia 16. 

Eleição proporcional

O PMN tem nove candidatos a vereador definidos, mas precisa de mais um, sendo de uma mulher, para completar a chapa. Os já confirmados na convenção são:

Ilson Camargo
Antônio Nunes
Osni Domingues
Oreste Bartoli
Marcelo Lima
Lauro Sobrinho
José Barbosa
Ligiana Santos
Maria Romilda Suzuki

(Na foto, a secretária do PMN, Maria Romilda Suziki e Emanoel Messias Santos)
 

(1/8)