Prefeito de Indaiatuba anuncia reabertura do comércio não essencial a partir desta 6ª feira

Medida é anunciada em rede social nesta noite

Por Patrícia Lisboa

Em transmissão ao vivo pelo Facebook, na noite desta quinta-feira (16/4), o prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (MDB), anunciou a flexibilização de medidas para a reabertura do comércio não essencial na cidade, a partir desta sexta-feira (17/4). As decisões, no entanto, poderão ser revogadas em caso de a ocupação do sistema de saúde de Indaiatuba atingir 90% da capacidade.

As decisões da Administração Municipal têm o apoio da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Indaiatuba (Aciai).

Os estabelecimentos não essenciais poderão funcionar, mas com novas regras, para evitar o contágio da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. As regras estão estabelecidas no decreto municipal nº 13.951, publicado nesta quinta-feira (16/4), na Imprensa Oficial.

Cabeleireiros, barbearias, manicures, podem trabalhar mediante agendamento e atendimento individualizado.

Atividades de culto e assistência religiosa e espiritual podem ser realizadas, desde que com 30% de ocupação dos seus espaços, sem aglomerações. Os atendidos deverão usar máscaras.

Os prestadores de serviço deverão funcionar em horário de atendimento reduzido, até às 18h, com lotação máxima de 30% da capacidade do estabelecimento. Regras de higienização dos espaços também terão de ser cumpridas.

Bancos e lotéricas deverão fazer triagem prévia dos atendimentos, de acordo com a disponibilidade ou não dos serviços pretendidos pelos clientes, para evitar filas desnecessárias.

"Os restaurantes, lanchonetes, bares, inclusive os localizados em shoppings, deverão observar as seguintes regras: horário reduzido de funcionamento até às 22h; é vedado o self service, mas a refeição pode ser servida nas mesas; tem de reduzir a quantidade de mesas em, pelo menos, 50%", anunciou o prefeito.

Todos os funcionários e prestadores de serviço dos estabelecimentos comerciais deverão usar máscaras.

Os estabelecimentos comerciais não essenciais deverão fazer sempre que possível atendimento on-live, delivery ou drive-thru.

Permanece proibido o funcionamento de academias, casas de shows, cinema, brinquedotecas e demais espaços para crianças.

Também continua recomendado a manutenção do distanciamento social e outras medidas de prevenção, como o uso de máscaras.

“O objetivo das medidas é movimentar o comércio, com prudência e respeito à vida”, disse o prefeito.

EDUCAÇÃO

As aulas e demais atividades escolares ficam suspensas até o dia 22 deste mês. Na semana que vem, segundo o prefeito, serão anunciadas as novas medidas para a rede municipal de educação. 

SISTEMA DE SAÚDE

Questionada pelo Blog da Pimenta, a secretária municipal de Saúde, Graziela Garcia, informou que é de 50% a ocupação do sistema de saúde de Indaiatuba, que inclui as redes pública e privada. Portanto, no momento, os outros 50% da capacidade estão disponíveis para atendimento de internações relacionadas à covid-19. O monitoramento do índice de ocupação do sistema de saúde, segundo a secretária, é feito diariamente.

DECRETO

A íntegra do decreto municipal nº 13.951 pode ser conferia na edição nº 1660 da Imprensa Oficial do Município. (Acesse aqui).