Quarentena em Indaiatuba segue até 7 de abril, conforme decreto estadual

O anúncio de alteração do decreto municipal foi feito pelo prefeito nesta sexta-feira

Por Patrícia Lisboa

O prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (MDB), afirma que a quarentena para a conter o avanço do novo coronavírus (covid-19) segue até 7 de abril, conforme o decreto do Governo do Estado de São Paulo, e não mais até o dia 23 de abril, totalizando 30 dias, como definido anteriormente.

O decreto municipal que determinou a quarentena de 30 dias na cidade foi públicado no último sábado (21/3) e o prazo começou a valer na segunda-feira (23/3).

A alteração do prazo da quarentena, com término em 7 de abril, vai ser publicado ainda nesta nesta sexta-feira (27/3), segundo o prefeito.

“Por enquanto, vamos seguir o decreto do Estado. Se houver alguma mudança, comunicaremos”, informou o prefeito, em transmissão ao vivo pelo Facebook, hoje.

 EXAMES

Gaspar informou também que, após o ofício enviado ao Instituto Adolfo Lutz pedindo agilidade na entrega dos exames, a Prefeitura recebeu mais um resultado, hoje, que deu negativo para coronavírus.

Assim, são 97 casos suspeitos de covid-19, sendo que 92 aguardam exames para confirmação e cinco foram descartados. A cidade ainda não tem caso positivo da doença.

Três mortes suspeitas estão em investigação, em Indaiatuba. 

O prefeito destacou que a longa espera pelos resultados de exames "é de todo o Brasil, não só de Indaiatuba".