Saúde de Indaiatuba confirma dois óbitos por causa do coronavírus no final de semana

Com as duas confirmações, total de mortes sobe para 489 na cidade

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba confirmou dois óbitos com diagnóstico positivo para a covid-19, no final de semana, e mais 141 casos positivos da doença, no final de semana.

No domingo (25/4), não houve confirmação de óbito. As duas mortes foram confirmadas, no sábado (24/4), e ocorreram na sexta-feira (23/4). Uma delas foi no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), e a vítima foi uma mulher, de 66 anos, internada desde o dia 18 de abril, que também possuía asma e obesidade. A outra morte ocorreu no Hospital Santa Ignês), sendo um homem, de 72 anos, internado desde o dia 11 de abril, com histórico de tabagista.

Desde o início da pandemia, 18.499 pessoas contraíram a covid-19, no município. Além das que morreram, 17.930 pessoas são consideradas curadas ou estão em recuperação domiciliar. Ainda há 68 casos suspeitos.

Hoje, há 100 pessoas internadas com sintomas de síndrome respiratória internadas nas alas para a covid-19, no sistema de saúde de Indaiatuba, e 80 delas já têm diagnóstico confirmado para a doença.

Do total de internados, 57 estão em leitos clínicos (enfermarias) e 43 estão em leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

As taxas de ocupação dos leitos são as seguintes:

UTIs

Haoc: 100%
Hospital Santa Ignês: 80%
Leitos alugados para o SUS fora da cidade: 75%

ENFERMARIAS

Haoc: 80%
Hospital Santa Ignês: 60%

NÚMERO DE VACINADOS - 1ª DOSE
29.737

NÚMERO DE VACINADOS - 2ª DOSE
21.263

CUIDADOS

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a pessoa que apresentar qualquer sintoma de contaminação pelo coronavírus, que procure o atendimento on-line Minha Saúde Covid-19. O acesso é pelo site da Prefeitura.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo WhatsApp (19) 9779-3856.

Os cuidados preventivos também não podem ser esquecidos: usar a máscara ao sair de casa, manter o distanciamento social, evitar aglomerações e higienizar as mãos frequentemente.

(Fonte: Secretaria de Saúde de Indaiatuba)