Secretaria de Saúde de Indaiatuba atualiza situação epidemiológica referente à covid-19

Ao todo, até o momento, município soma 110 notificações relacionadas à doença

Indaiatuba soma 110 notificações referentes à covid-19, até esta quarta-feira (1º/4), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. Ao todo, são 99 casos suspeitos aguardando resultado de exames, 11 casos descartados, cinco mortes suspeitas em investigação e dois casos confirmados.

Entre a tarde de terça-feira (31/3) até a manhã desta quarta (1º/4), foram registrados mais dois óbitos de pacientes internados no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo) com suspeita de covid-19.

Outra atualização é o descarte de mais um caso suspeito. O resultado chegou hoje pelo sistema do Instituto Adolfo Lutz.

"Um óbito é de um homem de 45 anos, tabagista, proveniente da UPA. No dia 31 de março, deu entrada no Haoc com síndrome gripal, tosse seca há mais de dois meses. Ele ficou com falta de ar, foi internado e foi a óbito no mesmo dia. O segundo registro foi o de uma mulher de 73 anos. Foi internada no dia 8 de março, era tabagista passiva, asmática. Ela tinha pressão alta e problema renal, apresentou quadro de pneumonia e faleceu no dia 1º de abril. Ambos colheram exames para covid-19 que estão em análise no Adolfo Lutz", informa a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde.

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA – INDAIATUBA

110 caos notificados
02 casos confirmados
11 casos descartados
99 aguardando resultado
03 casos suspeitos internação clínica
02 casos suspeitos em UTI
05 óbitos com suspeitas covid-19
00 óbitos confirmados

BRASIL

O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no país subiu para 6.836 nesta quarta-feira (1°), de acordo com os dados mais recentes do Ministério da Saúde. O número de mortes por covid-19 chegou a 240. O índice de letalidade ficou em 3,5%.
Ontem, o país contabilizava 201 óbitos e 5.717 casos confirmados da doença. Os novos casos somaram 1.119, um pouco menos do que os 1.138 novos no balanço ontem.

(Fontes: Secretaria de Saúde de Indaiatuba e Agência Brasil)