Supermercados projetam crescimento de 2,44% para 2020

Estimativa é projetada pela Associação Paulista de Supermercados

A Associação Paulista de Supermercados (APAS) projeta que em 2020 o crescimento do setor varejista alimentar no estado deve variar entre 2% e 2,44%, maior valor dos últimos cinco anos. O otimismo dos empresários é sentido também na pesquisa de confiança que a APAS realiza com os associados, que apontou que 94% se sentem otimistas quanto às vendas em 2020. O número reflete o sucesso da Black Friday, em que 43% dos empresários alegam ter vendido mais do que em 2018 além de um Natal com recordes de contratações.

Tradicionalmente, os melhores números no faturamento ocorrem no segundo semestre, incentivados pelo aumento do poder de consumo, fruto da diminuição do desemprego ao longo do ano. A projeção da APAS para 2020 é fechar o ano com 12 mil novas contratações em todos os canais (hiper, super, mini, atacados, atacarejos e hortifrútis). Os números são retratados também na pesquisa de confiança, em que 44% dos empresários esperam aumentar o quadro de funcionários.

Segundo os supermercadistas, entre categorias, as mercadorias perecíveis devem ter maior peso nas vendas para 2020 com a expectativa de aumentar o faturamento em 8,23% e 8,7%. Padaria e confeitaria devem subir 4,6%, puxadas pelos maiores preços do trigo e maior sinergia entre varejo e indústria. O recente aumento na arroba do boi e os recordes de exportação da carne bovina fizeram 50% dos empresários estarem pessimistas sobre as taxas de juros no Brasil.

Entre as cidades, a APAS acredita que Sorocaba, São José dos Campos, Marília e Bauru deverão crescer acima do PIB em 2020. Para o economista da APAS, Thiago Berka, o motivo da boa projeção está no fato do interior conseguir sair da crise de forma mais fácil. “Para 81% dos supermercadistas, a esperança é de um PIB maior que 2019. Parte deste otimismo reflete a confiança do setor nas políticas do atual Governo Federal, que é visto com otimismo por 63% dos supermercadistas”, comentou Berka.

Ainda na pesquisa de confiança, os empresários indicaram que a medida ou reforma mais importante para o setor em 2020 é a tributária (sendo citada por 81% dos entrevistados). Na sequência ficaram a reforma administrativa (50%) e programa Carteira Verde e Amarela (44%).

Com mais de 1,5 mil associados, a pesquisa da APAS aponta que o índice de satisfação do empresário para o próximo ano com o setor varejista alimentar é de 60%, sendo apenas 16% um olhar mais pessimista sobre o futuro. O número é a melhor projeção desde 2016.