Taxa de ocupação em leitos de UTI sobe para 83,3% em Indaiatuba

Os leitos de enfermaria têm ocupação de 54%; percentuais são das redes pública e privada

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde de Indaiatuba, nesta segunda-feira (18/5), aponta que a taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do sistema de saúde do município com covid-19 é de 83,3%, no momento.

O percentual se refere aos leitos de UTI da rede pública – o Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc) – e da rede privada, o Hospital Santa Ignês.

A taxa de ocupação desta segunda-feira é a mais alta divulgada pela Secretaria Municipal da Saúde.

Os leitos da enfermaria têm  taxa de ocupação de 54%, no momento.

Atualmente, há 18 internados em leito clínico e 15 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

ÓBITO

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba confirma, nesta segunda-feira (18/5), a 14ª morte por covid-19 no município. A vítima é um homem de 90 anos, que estava internado em um hospital particular de Campinas desde o dia 14 de abril. Ele possuía doença cardíaca pré-existente.

CASOS

O Departamento de Vigilância epidemiológica registrou mais 17 casos positivos da covid-19, hoje, e três óbitos suspeitos foram notificados.

Até o momento, Indaiatuba tem 134 infectados pelo novo coronavírus, sendo que 14 faleceram; 109 já estão curados e 11 estão internados. Ainda há sete mortes em investigação e outros 56 casos suspeitos aguardando resultado. 

(Fonte: Secretaria de Saúde de Indaiatuba)