Trabalho conjunto com escolas previne vulnerabilidade social

Objetivo é a prevenção de riscos e situação de vulnerabilidade

A Secretaria Municipal de Assistência Social, através do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e do Peti (Comissão Municipal do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), realizou neste ano atividades em conjunto com Escolas Estaduais de Indaiatuba. As ações são contínuas e têm por finalidade articular e mobilizar a rede de Serviços de Assistência Social e Saúde, para atuar em conjunto com as Escolas Estaduais na prevenção de riscos e situação de vulnerabilidade.

A Comissão Municipal do Peti iniciou em 2018 uma avaliação em conjunto com seis escolas com o propósito de avaliar as problemáticas apresentadas no espaço escolar. O objetivo promover um trabalho de conscientização sobre prevenção e identificação do trabalho infantil, no mesmo formato já realizado com as Escolas Municipais.

As avaliações culminaram na realização de atividades para professores e alunos. Foram elas: Cine Fórum Peti, rodas de conversas e palestras, que aconteceram nas Escolas Estaduais Profª Annunziatta Leonilda Virginelli Prado, Prof. Antonio de Pádua Prado, Profª Maria Apparecida Pinto da Cunha, Profª Helena de Campos Camargo, Dom José de Camargo Barros e Randolfo Moreira Fernandes.

 

CINE FÓRUM PETI

A atividade realizada mas seis Escolas Estaduais e foi direcionada para os alunos e professores. A fundadora do Projeto Social “Os Cinco Passos” e autora de cinco livros, Anna Luiza Calixto, abordou com os jovens a consciência, prevenção e identificação do trabalho infantil, bem como informou como garantir que os direitos assegurados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)<https://www.chegadetrabalhoinfantil.org.br/servicos/biblioteca/relatorio-avaliativo-dos-25-anos-do-eca/> sejam respeitados.

 

RODAS DE CONVERSAS

Foram realizadas 12 rodas de conversas com os professores das seis Escolas Estaduais, dentro dos ATPCs, com Flávio Lima, professor de música, que atua na área socioeducativa. O convidado trouxe para discussão as dificuldades e perspectivas da educação de uma nova geração que não tem interesse nos moldes antigos da educação tradicional.

 

PALESTRAS

Foram realizadas 12 rodas de conversas com os professores das seis Escolas Estaduais,dentro dos ATPCs, com o professor e escritor Farley Anderson Alves, que trouxe a história da educação e o surgimento da interdisciplinaridade como recurso pedagógico, com a finalidade de cada professor ser um reprodutor, e que se construa praticas interdisciplinares em cada escola.