Governo do Estado propõe aumentar verba para Saúde e Segurança

Lei Orçamentária foi enviada para Assembleia Legislativa para aprovação

O Governador João Doria pretende manter a Segurança Pública como o carro-forte da sua gestão. O Governo de São Paulo enviou à Assembleia Legislativa, nesta segunda, o projeto para a Lei Orçamentária 2020. A proposta é aumentar em 9% a verba da Segurança e 5,3% o orçamento da Saúde estadual.

Para a Segurança, se aprovado, o projeto aumentará em R$ 29 bilhões os repasses para as cidades - em 2019, o orçamento foi de R$ 26,6 bilhões. Para a Saúde, a proposta é de liberar R$ 28 bilhões para o próximo ano, ante R$ 26,6 bilhões deste ano. 

 

SEGURANÇA

A maior parte da verba, assim como em outros setores, será destinada para custeio, mas há R$ 301 milhões reservados para investimentos em obras, reformas e a compra de viaturas, armamentos e equipamentos de segurança pessoal e a ampliação das unidades dos Batalhões de Ações Especiais de Polícia (BAEPs).

 

SAÚDE

Do orçamento total, pelo menos R$ 21 bilhões serão destinados à atenção médica, ambulatorial e hospitalar, de caráter integral e descentralizado do Sistema Único de Saúde.

Estão previstos ainda R$ 2,1 bilhões para a aquisição de medicamentos e outros R$ 2 bilhões para o apoio financeiro às entidades filantrópicas e unidades assistenciais dos municípios do Estado de São Paulo.

A pasta contará, também, com investimentos destinados à continuidade das obras do novo Hospital Pérola Byington, a modernização e renovação do parque tecnológico dos hospitais estaduais e o projeto estadual de estímulo aos investimentos pelas entidades filantrópicas e rede municipal de saúde.