Atletas de Indaiatuba voltam com 26 medalhas do Parapan-Americano

Indaiatuba conta hoje com aproximadamente 100 atletas na natação PCD

A natação paraolímpica de Indaiatuba marcou presença na 6ª edição dos Jogos Parapan-Americanos em Lima no Peru com sete atletas de natação que compõe a delegação brasileira e uma atleta que disputou pelo Chile. As competições ocorreram de 25 a 31 de agosto. Os atletas de Indaiatuba conquistaram 26 medalhas e estabeleceram novos recordes nas provas de 50 e 100 livres e 200 medley. Foram nove medalhas de ouro; dez de prata e sete de bronze. Os atletas de Indaiatuba que participaram foram: Cecilia Araújo; Felipe Caltran; Lucilene Sousa; Matheus Rheine; Sthefany Rodrigues e Lucas Mozela. A Atleta Macarena Quero competiu pelo Chile. O Brasil garantiu o primeiro lugar no quadro de medalhas com um total de 255 premiações, sendo: 103 de ouro; 81 de prata e 71 de bronze.
O secretário de Esportes, Antônio Marco de Moraes, comemora o resultado. “Realizamos um trabalho realmente sério, temos um time de primeira categoria que faz parte de uma cidade que realmente leva o esporte a sério. Graças ao investimento da administração pública conseguimos manter uma equipe que tem ótimos resultados em todas as competições que participa. O mais incrível, é que são seis atletas extremamente jovens, grandes revelações que foram trabalhadas desde a tenra idade pelo nosso técnico, o também técnico da seleção brasileira, Antonio Luiz Duarte Candido, o Maceió”, comenta Moraes.
Indaiatuba conta hoje com aproximadamente 100 atletas na natação PCD, considerando base, equipe escolar e equipe principal, que garantiram nos últimos Jogos Regionais, 82 medalhas para o nosso município, além de mais uma vez sagra-se campeão no masculino e feminino. É também campeã brasileira da Natação PCD, mais uma vez seguida.
De acordo com o técnico Maceió foram muitas as citações dos comentaristas da Sportv sobre os atletas de Indaiatuba. “Nossos resultados apontam que estamos no caminho certo, nossos atletas se esforçaram bastante e conseguiram boas marcas no ranking mundial. Agora vamos nos recuperar para o mundial de Londres que começa na próxima segunda-feira (9)”, explica Maceió.


RESULTATOS

Cecilia Araújo: 4 ouros nos 50 e 100 Livres (ambos estabelecendo novo recorde parapanamericano), 100 borboleta e 400 livres, 1 prata nos 4x100 medley, e 2 bronzes no revezamento 4x100 livre e nos 100 costas;
Esthefany Rodrigues: 1 ouro nos 200 medley (Novo recorde parapanamericano), 2 pratas 100 peito e 100 borboleta e 1 bronze nos 200 livres;
Lucilene Sousa: 3 pratas 50, 100 e 400 livres;
Felipe Caltran: 1 prata nos 200 livres, e 4 bronzes (100 costas, 100 peito, 100 borboleta e 200 medley);
Matheus Rheine: 1 ouro nos 400 livres, 2 pratas 50 e 100 livres;
Lucas Mozela: 3 ouros 100 peito, 200 medley e revezamento 4x100 medley e 1 prata nos 100 costas.